O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.” Pv. 8:13.

É notório o fato que é muito ruim conviver com pessoas orgulhosas. Quantos problemas e contendas são causados por aqueles que se julgam merecedores de alguma coisa ou até se julgam melhores do que os outros. Vemos pessoas declarando abertamente seu orgulho por pertencerem a uma determinada classe social ou porque descendem de certa etnia.

Ora, aquele que tinha todo o direito de se sentir especial e usar deste direito para receber toda a honra e mostrar sua superioridade aos outros, não o fez, ao contrário, foi manso e humilde até a morte, e morte horrenda. Estamos falando de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Veja algumas passagens da Bíblia acerca do orgulho:

A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.” PV. 16:18;

                        “O soberbo e presumido, zombador é o seu nome, trata com indignação e soberba.” Pv. 21:24.

                        “Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria.” Pv. 11:2.

Poderíamos citar mais dezenas de versículos sobre o tema, pois Deus odeia o orgulho, também citado na Bíblia como soberba, olhos altivos, dura cerviz etc. Mas você pode estar dizendo consigo mesmo: “não sou uma pessoa orgulhosa; ao contrário, respeito a todos, ouço opiniões dos outros, faço caridade, e procuro não contar a ninguém os meus feitos e sucesso!!!”.

Prezado leitor, quero dizer que, aquele que não admite que é escravo do pecado (e como tal faz a obra do pecado) e que precisa de Jesus Cristo em sua vida para assim não mais ser servo do pecado, está sim agindo com orgulho, pois, muitos se julgam boas pessoas, bons pais, maridos, filhos etc., e que por esse motivo, já merecem o céu. Veja o que dizem as sagradas Escrituras: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Ef. 2:8.

Ou seja, não há nada que você possa fazer ou oferecer a Deus para se salvar; sua boa conduta, posição social, origem etc., exceto o fato de se reconhecer pecador a aceitar Jesus Cristo como Salvador de sua vida. No livro de João, capítulo 8, Cristo pregava esta mensagem aos Judeus dizendo que eles eram servos do pecado e que precisavam se arrepender e eles em seu orgulho diziam que nunca foram servos de ninguém, que eram homens livres, que descendiam de Abraão e, portanto as palavras de Cristo não faziam sentido. Quanta heresia! Quanta altivez! Quanto orgulho! Aqueles homens que estavam cegos pelo próprio orgulho não conseguiam entender que a verdadeira liberdade não está em poder fazer aquilo que se quer, mas sim o que Deus quer, pois só entregando nossas vidas ao Salvador é que seremos verdadeiramente livres.

Será que você não está fazendo como os judeus daquela passagem de João? Será que você acredita mesmo que apenas levando uma vida “certinha” aqui no mundo isto já lhe faz merecedor da vida eterna? Amado, não deixe que estas falsas ideias permeiem sua mente, leia a passagem inteira de João 8, entenda que é pecador e que precisa de Jesus Cristo.

Deus o abençoe!

Helmo Freitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *